Menu
JurandirSax1 (2)

Cabedelo, Paraíba, BR

Não será nossa primeira vez em Cabedelo. Passamos uma temporada em Cabedo, após a Refeno de 2010. Foram momentos maravilhosos!

A movimentação no cais da Marina foi intenso. Alguns chegando de barco, outros de carro. Tivemos duas gratas surpresas durante a estadia. Reencontramos a tripulação do Karma (Joan e Graham) e a família Caruarú.

O Karma estava de passagem, se preparando para a travessia do Atlântico. Mesmo assim as tarefas de bordo não nos impediram de algumas comemorações, como o aniversário da Joane, ao pôr do sol no Jacaré. Creio que ela curtiu o programa, que é bem diferente do que estão acostumados na Irlanda. Ela gargalhava a cada mudança brusca do ritmo do forró, que é bem intenso e animado. O Bolero de Ravel, tocado no sax pelo Jurandi, deixou o casal encantado.

Aniversário da Junie

Não creio que os veremos na costa brasileira novamente, mas certamente os reencontraremos em outros mares. E, como mais um ato de grande companheirismo e colaboração, Graham colocou uma nova peça no mastro para garantir o ângulo da nossa adriça da genoa.

A visita da família Caruarú (Carú, Claudia, Clara e Luíza) nos garantiu ótimos momentos. Foi com um prazer arretado da porra que passamos o feriado com essa turma. Não podemos deixar de contar que ele, morador de Recife (que é logo ali), não achou de cara a Marina, apesar das instruções hiper, super detalhadas do Gui. Culpa nossa que até aquele momento, não fosse o CD com o qual o Carú nos presenteou, não conhecíamos a técnica dos matutos para indicar o caminho de suas casas aos visitantes. Clique qui e escute. Vai valer a pena! É incrível!

Família Carú no Zíngaro

Além disso, a minha capacidade incontestável para trocar nomes nos levou até Lucena, município vizinho, onde eu acreditava que conheceríamos as praias de Coqueirinhos e Tambaba.

De qualquer forma valeu o passeio, atravessamos o Rio Paraíba de balsa (vamos ficar profissionais no assunto) e andamos (muito, mas felizmente de carro) até chegar a praia da Gameleira.

Família do Carú

A praia Gameleira é muito bonita, e fomos privilegiados com os mergulhos dos golfinhos que vivem por ali. Um inesperado piruliteiro fez a alegria da Luíza.

Família Caruarú em Gameleira

Lucena, assim como todo o nordeste, é muito bonito. É daqui que sai o “barcônibus”, uma invenção paraibana. Adaptaram uma carroceria de ônibus em substituição ao convés do barco. Acreditem, ou não, dizem que a engenhoca tem capacidade para 80 passageiros. Pasmou?

Barcônibus

O que você está pensando? ;-) Deixe um comentário com sugestões, colaborações, críticas. Ou, simplesmente, faça contato para falar de você. Seja bem-vindo(a)!